quinta-feira, 23 de setembro de 2010

I can not forget you


Como todas as tardes desanimadas, meu pensamento esta em você com aquelas sensações de que estou recaindo, olho para os quatro lados da sala e vejo tua face seguindo meu olhar ingénuo e imaturo, de repente mil coisas vem sobre meu pensamento, parece que todos os problemas vieram me atacar, musicas fazem sinfonia em meus ouvidos, me deixando louca, fecho os olhos para tentar ver alguma imagem boa, alguma perfeição, mais não, tua face insiste em atormentar o meu ser, teu nome não é melodia para meus ouvidos, já virou rotina, pessoas insistem em lembrar de você, todos querem lembrar de você, menos eu, é que ninguém sentia a mesma flecha ardente entrando em seu coração destruindo tudo que havia pela frente naõ deixando se quer uma gota de sangue para ser derramada,ninguém sabe o que é dor de verdade, talvez nem eu, nem os sábios. Mas isso que estou passando, é parecido, é mais forte que o brilhar do sol. Eu sinto que o tempo passou, passou e levou tudo consigo, levou as esperanças que um dia eu pensei ter, levo as lágrimas que estavam caindo por você, levou tudo, é como se o futuro tivesse roubado metade do meu presente, mais o importante o tempo não levou, não levou meu amor por você, deixou para trás, para que eu sofra , desta vez, sofra que nem uma tola a beira de um lago, olhando o céu escuro, procura de uma luz para iluminar a minha caminhada. Encosto o meu rosto em qualquer lugar, e não te vejo, apenas sinto, o perfume que estava aquela noite, sinto os teus lábios delicadamente tocando os meus, sinto tua mão acariciando meu rosto levemente , e me levando para junto de si , mais abro meus olhos e não vejo nada, não vejo ninguém ao meu redor, cade você, como pode sumir e me deixar aqui sozinha aos prantos lembrando daquela noite de sábado,em, como pode fazer isso com um apaixonada qualquer,ou melhor mais uma apaixonada por você como pode nobre rapaz, em? o abrir meus olhos era mais uma decepção, pois vejo que o que se passou não volta mais, nõ volta como as estações do ano, que em um dia se vão, mais logo de´pois estão de volta, e eu tinha esse medo, que um dia você não voltasse para junto de mim, pra eu te mar como tanto quis, mais aquele dia não aconteceu talvez tudo isso esteja sendo loucura, só posso estar louca, é um sonho,eu só preciso abrir meus olhos e ver que estou deitada, sonhando, eu só preciso acordar e seguir minha vida, só isso.

Um comentário:

  1. adorei seu blog *-* to começando agora o meu, se puder me segue :} beijos :*

    ResponderExcluir